Atualizado 5 horas atrás

Paraquedista morre após cair em rodovia e ser atingido por carreta em Boituva

Segundo a polícia, Diego Camargo Martins, de 37 anos, caiu na altura do quilômetro 115 da Rodovia Castelo Branco. Ele morava em São Paulo e saltava com frequência.

Um paraquedista de 37 anos morreu na manhã deste domingo (19) ao cair no quilômetro 115 da Rodovia Castello Branco, em Boituva (SP). Diego Camargo Martins foi atingido por uma carreta que passava pela rodovia, não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

O caminhoneiro Nelson Hidemi Imot informou para a reportagem da TV TEM que seguia sentido capital, quando o paraquedista apareceu de repente na frente do veículo. Ele não conseguiu desviar a tempo e parou no acostamento cerca de 200 metros a frente do local onde a vítima caiu.

A pista não precisou ser interditada, mas a equipe levou quase três horas para retirar o corpo e fazer a perícia no local.

Diego era paraquedista e morreu na hora após acidente em Boituva  (Foto: Facebook/Reprodução)Diego era paraquedista e morreu na hora após acidente em Boituva  (Foto: Facebook/Reprodução)

Diego era paraquedista e morreu na hora após acidente em Boituva (Foto: Facebook/Reprodução)

 

Investigação

 

De acordo com a polícia, o paraquedas que abriu foi o de emergência, que é acionado automaticamente depois que o atleta já está a aproximadamente 750 metros do chão.

Por isso, a suspeita é de que por algum motivo Diego tenha desmaiado ou um problema na queda pode ter feito com que ele parasse na rodovia.

O caso foi registrado na delegacia e será investigado. Agora, a polícia procura a câmera que estava acoplada no capacete do paraquedista, que pode ajudar o que causou o acidente.

 

A reportagem da TV TEM procurou a Confederação Brasileira de Paraquedismo, mas ninguém quis comentar o assunto.

*Com informações de Nohlan Hubertus/TV TEM

Veja mais notícias da região no G1 Itapetininga

Fonte: G1.GLOBO
© Copyright 2017 - Rede Nossa Rádio, Todos os direitos reservados Desenvolvido por HZ Soluções