Atualizado 08/02/2018

Banco Central reduz taxa básica de juros para 6,75% ao ano

Foi a 11ª redução consecutiva da taxa de juro básica

Com inflação sob controle e a atividade econômica ainda lenta, a taxa básica de juros do Brasil caiu para o menor patamar desde que a Selic passou a ser usada como referência para a política monetária, em 1996. O Banco Central (BC) reduziu na noite desta quarta-feira, a taxa Selic em 0,25 ponto porcentual, de 7% para 6,75% ao ano. Foi o 11º corte consecutivo.

 

O anúncio dos técnicos do BC atendeu expectativas do mercado, que não conseguia vislumbrar outra coisa desde que em dezembro do ano passado o mesmo colegiado tinha derrubado a Selic em 0,50 ponto porcentual, sinalizando o novo corte de hoje na decisão de então.

 

Tanto é assim que, de um total de 72 instituições consultadas antes do anúncio do BC, 69 esperavam corte de 0,25 ponto porcentual da Selic hoje. Uma casa projetou corte de 0,50 ponto porcentual, para 6,50% ao ano, e duas instituições esperavam pela manutenção da Selic em 7,00% ao ano. A próxima reunião do Copom está marcada para os dias 20 e 21 de março de 2018.

 

Para o economista Pedro Ramos, do Banco Sicredi, os sinais do BC foram claros e portanto não ficou dúvida de que o Copom iria cortar a Selic para 6,75%. "O BC teve várias oportunidades desde a última reunião em dezembro, mas não houve qualquer indício de outra redução a não ser de 0,25 ponto", afirmou.

 

As explicações detalhadas da decisão serão oferecidas por meio de uma ata do encontro que, em função do carnaval, será publicada apenas na quinta-feira da próxima semana, dia 15, às 8 horas - e não na terça-feira, dia 13.

 

Para o restante do ano, das mesmas 69 expectativas, 15 esperam ainda mais um corte da Selic em 0,25 ponto porcentual, levantando a taxa média para 6,50%; 41 veem o juro em 6,75%; e o restante (13 casas) acredita que a taxa fechará o ano entre 7,00% e 8,75%.

Fonte: JORNAL CORREIO DO POVO
© Copyright 2017 - Rede Nossa Rádio, Todos os direitos reservados Desenvolvido por HZ Soluções